Fechar

SOBRE O DESIGNER


Apaixonado pelo desenho e pela arte em madeira desde garoto, o mundialmente consagrado Sérgio Rodrigues (1927-2014), precursor do design brasileiro, fez história. Revolucionou a estética no País nos anos 1960, com seu estilo original de formas torneadas e generosas, representativo da cultura brasileira. Com esse conceito, a poltrona Mole, criada em 1957 e ainda hoje inovadora, é uma das mais importantes obras do século 20, responsável por projetar o Brasil no cenário mundial de design.
O designer carioca projetou várias outras peças que se tornaram ícones, como o banco Mocho (1954), sua primeira criação, que ganhou uma nova reedição comemorativa em série limitada em 2014, e as poltronas Oscar (1956), Kilin (1973) e Diz (2003), entre tantas outras. Ao falar sobre o seu trabalho, ele costumava dizer que “o móvel não é só a figura, a peça, não é só o material de que esta peça é composta, e sim alguma coisa que tem dentro dela. É o espírito da peça. É o espírito brasileiro. É o móvel brasileiro.”
Entre suas iniciativas de destaque, está a fundação, na década de 1950, da Oca, misto de loja, galeria e laboratório de ideias em Ipanema, e da Meia Pataca, em 1963. Sergio Rodrigues foi também colaborador dos mais importantes arquitetos brasileiros e prestou consultoria, no Brasil e no exterior, em projetos de interiores.
Em 2014, ano em que completou 60 anos de carreira, teve sua trajetória revisitada em uma exposição comemorativa realizada pela Dpot, com curadoria de Baba Vacaro. Para celebrar a data, a marca lançou a poltrona Benjamin, em edição numerada e certificada com exclusivo selo de prata. Batizada em homenagem a seu neto mais novo, foi a última peça inédita lançada pelo mestre.

+

INSPIRE-SE


COLEÇÃO DPOT | PRODUTOS DA MESMA CATEGORIA